terça-feira, 20 de setembro de 2016

Camapuã é destaque de maior adesão no 'ABC Cerrado'

Buscando estimular os produtores a implantar práticas de baixa emissão de carbono e ao mesmo tempo obter retorno econômico com mais sustentabilidade, o Sindicato Rural de Camapuã (SRC) implantou no município, juntamente com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR/MS), o programa de Agricultura de Baixo Carbono no Cerrado (ABC Cerrado). Cinco turmas já foram iniciadas e receberão assistência técnica gratuitamente.

As capacitações possuem foco em quatro principais tecnologias, a recuperação de pastagens degradadas, integração lavoura-pecuária-floresta, sistema de plantio direto e florestas plantadas. O projeto está sendo desenvolvido em oito Estados do bioma cerrado e a meta, para os quatro anos do programa, é capacitar aproximadamente 12 mil produtores rurais e levar assistência técnica a 2.000 propriedades.



“Camapuã foi o município com maior adesão de produtores rurais em Mato Grosso do Sul, são 60 produtores inscritos nas tecnologias de recuperação de pastagens degradadas e integração lavoura, pecuária e floresta. Queremos levar a estes produtores, seus familiares ou funcionários os benefíciosprodutivos, ambientais e econômicos na utilização de tecnologias sustentáveis de produção agropecuária, além disso, ofertar assistência técnica gratuita durante 18 meses, promovendo a adoção de tecnologias sustentáveis de produção agropecuária por meio da transferência de tecnologia e gerenciamento da atividade, contribuindo para o aumento da renda do produtor rural e a redução da emissão de gases do efeito estufa”, explica a agrônoma e Coordenadora do ABC Cerrado no Estado, Vanusa Borges.



Para a Flávia Ribeiro, filha de produtores rurais e sócios do Sindicato, participar do programa foi uma chance de aprimorar os conhecimentos no setor agropecuário sendo importante no momento em que a propriedade vive a sucessão familiar.



“Estou começando a administrar a propriedade de minha família e vi no curso uma oportunidade em aprimorar meus conhecimentos que até então eram básicos. Através do programa, pude conhecer melhor minha atividade e consequentemente buscar melhorar nossa produtividade. Depois de participar do curso, passei a entender que é possível implantar um novo sistema e através dele obter bons resultados e aumentar o retorno da minha produção”, ressalta Flávia.



Novas turmas deverão ser abertas no próximo ano. Mais informações poderão ser obtidas diretamente no Sindicato pelo telefone (67)32861168.



 

Camapuã News 

Postado por Carlos PAIM

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Caixa Alta

Principais Jornais de Mato Grosso do Sul

Divulgação da Parceria, Google, Fundação Portal do Pantanal - Fm América, Painel de Blogs do Paim.

http://www.ejornais.com.br/jornais_mato_grosso_sul.html


Site do Midiamax News
Divulgação da Parceria, Google, Fundação Portal do Pantanal - Fm América, Painel de Blogs do Paim

http://www.midiamax.com.br/

sábado, 14 de maio de 2016

Governador participa do “Dia D” da Caravana da Saúde em Campo Grande



Reinaldo Azambuja vai a 11ª edição da caravana neste sábado. (Foto: Alcides Neto)O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) participa neste sábado do “Dia D” da Caravana daSaúde em Campo Grande. Ele vai às 9h ao Centro de Convenções Albano Franco, onde acontece a 11ª edição do projeto do governo do Estado.
Além das consultas e cirurgias ,outros 46 serviços serão oferecidos neste sábado. Ao todo, a previsão é de 12 mil cirurgias oftalmológica, realizadas em carretas. O projeto fica na Capital até 29 de maio. 
No local, as pessoas têm acesso a exames, como IMC (Índice de Massa Corpórea), glicemia, papanicolau, HIV, pressão arterial, mamografia, ultrassonografia; consultas nas especialidades de dermatologia, odontologia, ortopedia, neurologia, cardiologia, otorrinolaringologia
Além de serviços como emissão de primeira via do RG, título de eleitor, cartão do SUS, casamento na Justiça Itinerante e doação de sangue. O centro de convenções fica na avenida Mato Grosso, 5017, Carandá Bosque.
A edição atende os municípios da microrregião de Saúde liderada por Campo Grande: Terenos, Sidrolândia, Nova Alvorada do Sul, Maracaju, Ribas do Rio Pardo, Jaraguari, Rochedo, Corguinho, Bandeirantes, Camapuã, São Gabriel do Oeste, Rio Negro, Paraíso das Águas, Figueirão, Chapadão do Sul e Costa Rica. 
CampoGrandeNews
Postado por: Ygor I. Mendes

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Globo Rural.
Assista ao vídeo através deste link: https://globoplay.globo.com/v/5009587/ 

Postado por: Ygor I. Mendes

sábado, 7 de maio de 2016

Anastácio registra recorde de maior saco de farinha do mundo



Aipim, macaxeira ou mandioca. Ela é um dos símbolos da cultura brasileira. Apreciada em todo país, é no nordeste que ela reina em absoluto. Em Mato Grosso do Sul, na cidade de Anastácio, a produção de farinha de mandioca segue as tradições nordestinas. E é lá que está sendo produzido o maior saco de farinha do mundo. O saco foi registrado no Guinness World Records, o famoso livro de recordes mundiais, e será analisado para publicação.

Com três metros de altura, o saco gigante, será uma das atrações da Festa da Farinha, que acontece nos dias 1 e 2 de maio, em Anastácio. “A Festa é uma forma de homenagear nossas raízes nordestinas. A idéia de registrar o maior saco de farinha no Guinness World Records é também um reconhecimento da contribuição que esse povo nos traz na economia e na cultura”, afirma o prefeito da cidade, Cláudio Valério Silva.

Até agora, apenas 30 recordes brasileiros foram publicados no livro. O maior saco de farinha terá todo processo de produção registrado e encaminhado para Londres, onde será feita a análise para publicação do recorde. “A equipe do GWR manifestou interesse. Uma das exigências seria de bater em 10 vezes o tamanho original do saco de farinha de mandioca”, explica Diana Baptista, representante do Guinness no Brasil. De acordo com o prefeito, isso não será problema. “Vamos fazer ainda maior. São mais de três toneladas de do produto”, comemora.

4ª Festa da Farinha

Shows, poesia de cordel, teatro de rua e pratos típicos vão fazer de Anastácio, um pedacinho do nordeste brasileiro. A 4ª Festa da Farinha terá abertura no dia primeiro de maio. No dia 2, a grande atração será o show com Elba Ramalho.

Nas barracas, comidas típicas a base de farinha artesanal: tapioca, paçoca de carne seca, bolo e buchada de bode, além da exótica bebida “viagra de mandioca”. Em Anastácio, a farinha é produzida há 77 anos pela Colônia Nordestina do Pulador.

DouradoNews

Postado por: Ygor I. Mendes

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Governo prevê 72,8 mil procedimentos em pacientes da Capital e mais 16 cidades

Ações do projeto começaram ontem com exames de colonoscopia no HR


Paciente após colonoscopia realizada ontem, no Hospital Regional. (Foto: Marcos Ermínio)Paciente após colonoscopia realizada ontem, no Hospital Regional. (Foto: Marcos Ermínio)
Após o início da primeira ação em parceria com a Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva com 150 colonoscopias entre ontem (3) e hoje (4), o governo do Estado prevê realizar 72,8 mil procedimentos médicos na Caravana da Saúdeem Campo Grande e outras 16 cidades da região. As consultas do programa estão marcadas para começarem no dia 10 deste mês e a partir do dia 14 começam as cirurgias, que serão realizadas no complexo montado no Centro de Convenções Albano Franco.
Conforme o governo do Estado, além da Capital, os municípios de Jaraguari, Terenos, Sidrolândia, Nova Alvorada do Sul, Ribas do Rio Pardo, Bandeirantes, Rochedo, Corguinho, Maracaju, Rio Negro, São Gabriel do Oeste, Camapuã, Paraíso das Águas, Figueirão, Costa Rica e Chapadão do Sul também serão contemplados com a passagem da Caravana.
Por conta da grande demanda da região, a Caravana da Capital não terá apenas um Dia D. Os três últimos finais de semana do mês de maio serão os dias de mobilização geral dos atendimentos nas 11 especialidades previstas.
De acordo com a coordenação da Caravana, dos 72,8 mil procedimentos médicos, estão previstos para essa etapa do programa 35 mil consultas e 12 mil cirurgias oftalmológicas, que é considerada pelo governo do Estado uma das principais demandas da população de Mato Grosso do Sul. O restante são consultas de diversas especialidades e cirurgias eletivas. Todos os serviços que compõem os trabalhos da Caravana da Saúde integram a rede SUS (Sistema Único de Saúde) e tem como objetivo reduzir a fila de espera de algumas especialidades em que pacientes aguardam há anos por uma consulta ou cirurgia.

Campo Grande News
Postado por: Ygor Mendes Iavdosciac

Site da FM America 100.9 no Painel da Parceria: Fundação 
Portal do Pantanal/ Painel do Coronel Paim
http://americafmonline.com.br/site/